reprodução Youtube

Will Smith fala pela primeira vez sobre tapa do Oscar

Depois de mais de três meses, Smith aborda situação do Oscar e se desculpa com Rock, família e fãs

Quase cinco meses depois do incidente do Oscar com Chris Rock, Will Smith publicou um vídeo de mais de 5 minutos onde quebrou o silêncio e comentou pela primeira vez a inusitada situação ocorrida no dia que ele ganhou o Oscar de Melhor Ator.

Audiência do Oscar de 2022 foi a segunda pior da história

Como esperado ele fez seu pedido de desculpa e respondeu perguntas recebidas pelas redes sociais. O vídeo é bem intimista e pessoal bem diferente do que os figurões de Hollywood estão acostumados a fazer, sempre com entrevistas em grandes talk-shows com personalidades famosas. Veja abaixo:

“Eu estava embaçado naquele momento. É tudo nebuloso. Entrei em contato com Chris e a mensagem que retornou é que ele não está pronto para falar. Quando ele for, ele vai chegar. Vou dizer a você, Chris, peço desculpas a você. Meu comportamento foi inaceitável e estou aqui sempre que você estiver pronto para falar. Quero me desculpar com a mãe de Chris. Eu vi uma entrevista que ela deu, e essa foi uma das coisas que eu simplesmente não percebi. Eu não estava pensando em quantas pessoas se machucaram naquele momento. Quero me desculpar com a mãe de Chris, quero me desculpar com a família de Chris, especificamente Tony Rock. Tínhamos um ótimo relacionamento. Tony Rock era meu amigo. Isso é provavelmente irreparável. Passei os últimos três meses repensando e entendendo a todos os detalhes dessa complexa da ituação que aconteceu naquele momento. Não vou tentar descompactar tudo isso agora, mas posso dizer a todos vocês, não há parte de mim que pensa que aquela era a maneira certa de se comportar naquele momento. Nenhuma parte de mim pensa que essa é a maneira ideal de lidar com um sentimento de desrespeito ou insulto.”

Smith voltará a aparecer para o grande público no final de 2022 quando a Apple TV+ lancará o seu próximo filme, “Emancipation” dirigido por Antoine Fuqua.

assista “King Richard: Criando Campeãs” no HBO Max

PUBLICIDADE