Volta logo “La Casa de Papel”, tá bom!?

Nova temporada consegue melhorar a história e ficamos desde já contando quanto falta para a volta.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Tempo de leitura: 3 minutos

clique para assistir “La Casa de Papel” em todas temporadas no NETFLIX (sujeito a assinatura do serviço)

Quando em 2017 a Netflix comprou La Casa de Papel, a série espanhola do canal Antena 3, encomendava também uma grande febre mundial. Todos se envolveram com as múltiplas dimensões dos personagens, saíram pelas ruas cantanto Bella Ciao, fantasiavam-se com macacões vermelhos e máscaras de Dalí. Todos ficaram impactados com a maestria de uma série que te fazia torcer cada vez mais pelos ladrões, causando o questionamento a definições de ‘mocinhos’ e ‘vilões’. Em 2019 uma nova temporada encontra a luz do dia com a difícil missão de estar à altura das anteriores e dar continuidade à história que já parecia completa.

“La Casa de Papel 3” – Netflix

A segunda parte de La Casa de Papel completa-se com o sucesso do plano do Professor de
invadir A Casa de Moeda e Timbre da Espanha e fabricar o próprio dinheiro. Cada um dos
protagonistas portanto segue para um rumo diferente, e devem isolar-se da busca
internacional. Por dois anos conseguem fazê-lo até que um dia, por um deslize, conseguem localizar e prender Rio (Miguel Herrán), mantendo-lhe em isolamento para torturá-lo. Assim, a gangue deve-se reunir de novo para fazer face ao Estado e conseguir recuperar seu antigo amigo.

Como dito anteriormente, uma grande genialidade desta série é fazer com que os
telepectadores torçam para os vilões, se desesperem quando algo sai errado e comemorem quando no último segundo percebe-se que o Professor já tinha um plano de contingência, fazendo os policiais de bobos. Tanto dentro do universo da série quanto na vida real, um dos gols para que o plano funcionasse era trazer a opinião pública para o favor deles, além de levantar o debate quanto a legitimidade do Estado.

+ filme mais esperado da Disney esse ano, o Rei Leão vem bonito mas falta alguma coisa para conquistar os nossos corações.

“La Casa de Papel 3” – Netflix

Pois bem, essas movimentações são bastante exploradas na terceira parte desta história,
mostrando o apoio público quando a captura do Rio vem à tona, ou mesmo quando estão para executar seu novo plano e são exibidas constantemente imagens de multidões portando a face de Dalí, o que o Professor consegue usar para sua vantagem. No entanto, enquanto nas primeiras partes íamos gradativamente ganhando confiança nos planos, pois quando algo parecia que dar errado víamos uma flashback mostrando já estar tudo premeditado, aqui acontece o efeito contrário.

Começamos a temporada com total confiança na inteligência e sagacidade do Professor, e
quando o novo plano é posto em marcha, já esperamos que os momentos de desespero sejam contraditos com uma memória. A série usa isso a seu favor quando gradativamente nós vamos nos desesperando junto com os personagens. O fato é que no passado o plano havia sido estudado por muitos anos mas aqui existia o fator da pressa em função do Rio. Dessa forma nesta temporada está muito mais presente o improviso e o desespero, quando cada vez mais as coisas vão dando errado sem nenhum plano B.

“La Casa de Papel 3” – Netflix

Isso é algo bastante positivo uma vez que esta temporada está bem mais recheada de
dinamismo, sem muita enrolação com pequenos dramas pessoais irrelevantes para o grande cenário como havia na primeira e segunda parte. Nesta fase também não se perde tempo em levar o telespectador para entre os reféns, preferindo desenvolver os novos dramas dos antigos personagens já queridos e construir os novos membros do elenco. Destaque para Palermo (Rodrigo de la Senna) novo líder interno dos assaltantes e especialmente para Alicia Sierra (Najwa Nimri) a nova inspetora encarregada da negociação e que detém de uma sagacidade quase louca que enriquece a trama com o medo pelos “mocinhos”.

+ as crianças de todas as idades adoraram o filme da Turma da Mônica, veja o porquê aqui!

A parte 3 de La Casa de Papel excede as expectativas, principalmente porque muito se questionou se valia a pena revisitar uma série que já havia sido concluída e parecia estar
perfeita. No entanto, conseguiu-se incrementar a história e ainda deixá-la mais emocionante. A cada episódio o fôlego vai se tornando insuficiente, pois o risco é aumentado assim como a corrida contra o tempo. No último episódio você vai se encontrar com as mãos nos cabelos, apenas se perguntando: “caramba, e agora?”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: