PUBLICIDADE

Nova série brasileira do Netflix, O Escolhido - Netflix Inc.

Você acredita no Escolhido?

Nessa série você tem duas escolhas, a ciência ou a fé! De que lado você está? E vem descobrir quem vence essa batalha!!
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

clique para assistir “O Escolhido” no NETFLIX (sujeito a assinatura do serviço)

Que a popularização da Netflix trouxe uma revolução no modo em como se consume entretenimento não existe dúvida, mas algo que a plataforma também tem inovando nos últimos anos é na visibilidade de mídias fora do eixo Estados Unidos-Inglaterra. Assim, produções alemãs, polonesas, coreanas e brasileiras tem encontrado a atenção de um público mundial de forma que jamais tinha sido antes. “O Escolhido” é a nova série brasileira da Netflix e um exemplo de ótimo conteúdo nacional que conjuga elementos da cultura nacional com aqueles que atraem fascínio internacional.

A série nos introduz a três médicos que trabalham para uma missão de Organização Internacional de Saúde: Lúcia (Paloma Bernardi), Damião (Pedro Caetano) e Enzo (Gutto Szuster). Cada qual com um background e motivações diferentes para a Medicina, são encarregados de vacinar pequenas comunidades do Brasil contra uma nova mutação do vírus do zika. Quando são encaminhados para vacinar a comunidade de Aguazul, no interior do Pantanal, descobrem que ali um povo relutante e que oculta um segredo, este que desafia toda a ciência que os médicos aprenderam durante toda sua vida.

+MAIS AQUI: Depois de um final emocionante no 3o filme, continuação de Toy Story divide opiniões e deixa dúvida se o 4 era necessário.

A série é roteirizada pelo casal de escritores Raphael Draccon e Carolina Munhóz. Ambos com diversos livros publicados têm a característica de trazer temas que normalmente são conhecidos por fazerem parte de uma literatura estrangeira. Livros que congregam bem as temáticas de fantasia e realismo fantástico, mas sem nunca parecer uma cópia de qualquer coisa feita antes, apenas integrando este hall de histórias mágicas. Eles demonstram bem essa sua maestria na presente produção.

Nova série brasileira do Nerflix, “O Escolhido” – Netflix Inc.

O realismo mágico é um gênero que integra elementos sobrenaturais a uma realidade que nos é tangente e familiar. A definição é perfeita para “O Escolhido”. Os autores aproveitam-se do ambiente do Pantanal para explorar dificuldades que médicos da cidade grande encontrariam ali, como a falta de habilidade de locomoção e uma hostil fauna local, e ainda inserem crenças e folclores regionais como dispositivos para mover a trama.

Nessa perspectiva, existe aqui um dilema principal que moverá todas as subsequentes sub-tramas: o confronto entre ciência e fé. Ao chegar a Aguazul os médicos devem lidar com o fato de ali as pessoas se recusarem a receber a vacina em razão de um método alternativo de cura. Cena após cena eles são confrontados com a veracidade de tais crenças. Juntamente aos médicos, o telespectador entrará num espiral de confusão sobre quem está certo, quem está disposto a ajudar, quem realmente está com o equilíbrio mental.

Nova série brasileira do Nerflix, O Escolhido – Netflix Inc.

As linhas de diálogo também são muito bem escritas aqui, nunca demasiado óbvias, nunca deixando aquela impressão para quem estar assistindo de que este sabe muito mais do que os personagens. O suspense é garantido e o telespectador se sente tão intrigado e confuso quanto aos personagens, garantindo uma imersão e empatia maior. Lúcia, a líder da missão, detém de uma determinação em razão do que acredita enquanto médica, enfrentando quem quer que seja sem medo, mas sendo possível ver dentre suas atitudes e olhares uma profunda preocupação.

+LEIA TAMBÉM: Novo filme do Netflix, Elisa Y Marcela traz a história verídica de duas jovens que se apaixonam e precisam inventar quaisquer mentiras para ficar juntas

Damião e Enzo são um excelente contraste. Enquanto o primeiro tem um caráter mais enrijecido, o segundo tem um ceticismo e medo, e os motivos para tais disparidades entre os eles são muito bem explicados com o passar dos episódios.  As motivações dos personagens, se aparentemente simples no primeiro momento, são melhores compreendidas durante os momentos de flashback. Aliás, a questão das primeiras impressões é bastante importante aqui. Toda vez que um personagem parece raso ou “vindo do nada”, apenas espere mais alguns minutos para ter sua  impressão contradita.

Desculpa se eu não posso dizer mais, mas “O Escolhido” é daquelas séries que quanto você menos souber melhor. Durante os seis episódios você vai se encontrar vidrado na tela, curioso pelos segredos do povo de Aguazul enquanto embebido por fotografia incrível que vai desde o uso de pequenas luzes vermelhas na escuridão até a incrível paisagem do Pantanal. Então reserve metade do seu dia para embarcar nesse mistério e tentar responder a seguinte pergunta: você acredita no Escolhido?

PUBLICIDADE

AS 
ÚLTIMAS