Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Sex Education Season 1

Vamos falar sobre sexo!

5/5
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Sex Education, a nova série do Netflix dialoga bem com tema controverso entre adolescentes.

A primeira nova aposta de conteúdo adolescente da Netflix chegou, e se chama “Sex Education”. Primeira série do serviço que traz o conteúdo sexo como tema central. Controverso? Não acho. Muito pelo contrário. Numa maré oposta à tão polêmica “13 Reasons Why” (que também é feita para um público alvo jovem), a comédia com toques de drama dialoga com o espectador assuntos como: aceitação, insegurança e principalmente empatia. Não há necessidade de entrar no mérito de que a série mostra o típico modelo de escola americana (mesmo se passando na Inglaterra), com personagens como o valentão, os populares, o nerd e a rebelde.

Ouça aqui as nossas expectativas sobre o ano do Netflix no nosso Papo Cinefans!

Sam Taylor/Netflix via AP

Sex Education” conta a história de Otis (Asa Butterfield), filho de uma terapeuta sexual e depois de conhecer Maeve (Emma Mackey), uma menina que é a personificação do rebelde deslocado das escolas estadunidenses resolvem, juntos, brincarem de terapeutas com os outros alunos da escola, em troca de dinheiro para as consultas, dando conselhos e ajudando a vida e as dúvidas sexuais de cada um. Ao longo da jornada dessa dupla dinâmica, a história passeia entre diversas outras tramas intrigantes e muito interessantes!

Leia aqui o nosso review sobre um dos favoritos ao Oscar, ROMA de Alfonso Cuáron

“Sex Education” – Netflix

Veja aqui “Sex Education”, a nova série do Netflix

Já demos uma sinopse para ambientar vocês, Cinefans, então agora vamos às impressões gerais: eu esperava me decepcionar muito com essa série. Me prendeu de uma forma bastante mediana. A história pode ficar um pouco cansativa por ter muita coisa acontecendo, tem muita informação. Tendo tudo isso em vista, a série é muito bem feita. É bem construída. Faz você torcer e se surpreender com diversas reviravoltas, os roteiristas e a direção estão mais que de parabéns. Isso sim é o tipo de série que contribui, e muito, para os adolescentes que ainda tem dúvidas e diversos questionamentos quanto ao início de uma vida sexual. Me comovi com alguns momentos, me surpreendi com outros.

“Bird Box”, o filme mais discutido nesses dias, veja aqui o que achamos!

O último episódio faz você ficar com um gosto de quero mais. Eu não dei muito pela série, principalmente na metade do caminho. Mas o último episódio valeu pela temporada inteira. De verdade. Aguardo a segunda temporada. Um dos maiores defeitos da série foi ter apenas 8 episódios. Fiquei MUITO curioso para saber o que vem por aí, e vou confessar que detesto ter que “esperar os próximos capítulos”. Netflix começou 2019 com o pé direito. Se continuar assim, vai ser um ano muito promissor! Agora que rufem os tambores, porque…

No FANZIMETRO demos a série
NOTA 4,2