Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Um livro ou um abraço? – POR LUGARES INCRÍVEIS, de Jennifer Niven

Na estréia da nova seção, Bárbara faz uma ótima recomendação de um ótimo livro.
5/5
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

compre aqui o livro na AMAZON

Por Lugares Incríveis – Editora Seguinte

“O que percebo agora é que o que importa não é o que a gente leva, mas o que a gente deixa”. É esse o tipo de frase que Por Lugares Incríveis vai te fazer sentir profundamente cada página. Um livro relativamente curto, mas uma história muito linda, e uma relação simples, mas quase existencial entre dois adolescentes que se conhecem em tão adverso momento que irá te envolver e mudar sua maneira de ver o mundo.

Theodore Finch está no alto da torre do seu colégio. No primeiro dia de aula do último ano do ensino médio, mais uma vez, ele reflete acerca do seu suicídio. Mas nesse dia um novo fator o impede: ao olhar para seu lado, Eleanor Markle encontra-se a ponto de fazer o mesmo…

+um dos melhores filmes da temporada do Oscar, leia o que achamos de Jojo Rabbit

Assim como Finch encontrou a Eleanor, Por Lugares Incríveis me encontrou num momento muito difícil, e de certo modo me ajudou a passar por ele e estar aqui lhes recomendando este livro maravilhoso. Em tempos em que a ansiedade e a depressão são verdadeiros fantasmas sempre sondando nossa sociedade, o encontro desses dois oferece um conforto perante tais fardos. Um alívio, outra forma de viver a vida, apreciar as pequenas coisas, ou apenas se sentir mais conectada com uma realidade à qual você pode não se sentir mais merecedor de fazer parte.

“Aprendi que existem coisas boas no mundo, se você procurar por elas. Aprendi que nem todo mundo é uma decepção, incluindo eu mesmo, e que um salto de 383 metros de altura pode parecer mais que uma torre do sino se você estiver ao lado da pessoa certa.”

+The Good Place, uma das melhores sítcoms da atualidade. É engraçada, diversa, original, e além de não conter um humor ofensivo.

Se você ficou assustado com a sinopse, calma. Na verdade a história se desenrola a partir do momento em que Finch conversa com a Eleanor ajudando-a a voltar atrás. A partir disso, nós acompanhamos a curiosidade do Finch na razão por trás de uma garota popular como ela estar na mesma situação que ele, a “aberração” da escola.O interesse do garoto por ela faz com que eles se envolvam e se ajudem a recobrar uma vontade pela vida. Não por causa do outro apenas (antes que você tenha se perguntado se isso vai cair no (abusivo), mas eles vão redescobrir a força dos momentos e claro, dos lugares incríveis.

“O problema das pessoas é que elas esquecem que na maior parte do tempo o que importa são as pequenas coisas. Todo mundo está tão ocupado no Lugar de Esperar. Se lembrássemos de que existe um lugar chamado torre Purina e uma vista como esta, todos seríamos mais felizes.”

Então prepara seu lencinho e seus marcadores de textos coloridos. Sim, esse é um daqueles livros em que há adolescentes falando de maneira um pouco mais transcendental do que usualmente eles falam, gerando muitos diálogos lindos com frases que você vai querer escrever, tatuar, realçar e ficar lendo e relendo várias vezes no futuro. Falo por experiência própria, pois todas as vezes que eu me encontro em um “lugar ruim” eu reconheço em tais palavras um conforto. Espero que você também.