Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
divulgação / Netflix

“Toda a Luz que Não Podemos Ver” acha protagonista

Atriz novata protagoniza história que se passa na Segunda Guerra e baseada em best-seller
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Depois de muita procura por Marie Laure, a adolescente cega e protagonista de sua próxima minissérie “Toda a Luz que Não Podemos Ver“, a Netflix anunciou nessa quinta que a novata Aria Mia Lobert foi escalada.

Baseado no romance do vencedor do Pulitzer, Anthony Doerr e vai contar em quatro episódios a história da adolescente cega Marie-Laure e do soldado alemão Werner, e como seus caminhos se cruzam na França ocupada após a Segunda Guerra Mundial.

O livro Toda a Luz que Não Podemos Ver, lançado em 2014, já vendeu mais de 15 milhões de exemplares pelo mundo e foi o vencedor da medalha Andrew Carnegie de Excelência em Ficção em 2015.

Kiernan Shipka estrela série sobre mundo de negócios

O diretor e produtor Shawn Levy comentou sobre a escolha de Loberti para o papel principal:

“Não foi fácil encontrar uma atriz para interpretar a icônica Marie Laure, uma jovem cega cuja a força é nunca perder a esperança e o poder da sua voz na rádio durante a guerra. Fomos atrás de atrizes no mundo todo e analisamos milhares de audições. Não imaginávamos que esse caminho nos levaria a uma atriz estreante. O teste de Aria Mia Lobert foi extraordinário, e ela é uma atriz incrível e ainda defensora da igualdade e representação dos deficientes. Mal posso esperar para contar essa história com ela como protagonista.”

Levy (Free Guy: Assumindo o Controle) vai dirigir e produzir a minissérie que tem o roteiro de Steven Knight (Peaky Blinders)

Ainda não tem data de lançamento marcada.

assista “Peaky Blinders” na Netflix

PUBLICIDADE