divulgação / Amazon Studios

The Boys | Opinião primeiros episódios 3a temporada

Nova temporada estreou com os três primeiros episódios.
5/5

Avaliação: 3.5 de 5.

Depois do impacto do final da segunda temporada, retornou nessa sexta, dia 03, The Boys com os três primeiros episódios da terceira temporada. E pelo que aconteceu neles, essa nova temporada promete. Todos os episódios lançados tem a duração de 1h pelo menos e contam duas tramas paralelas que logo se convergem para preparar a gente para o grande showdown da temporada entre Capitão Pátria e Billy Bruto.

Como é de esperar depois de 3 anos, o elenco já está familiarizado com seus personagens e isso ajuda muito para desenvolver a trama. Ainda não tenho muita opinião sobre os novos personagens introduzidos nesse ano mas todos parecem bem descartáveis. Espero estar errado pois o Supersônico pode levar o romance entre Luz-Estrela e Hughie para outro nível, já que desde a temporada anterior anda bem raso.

divulgação / Amazon Studios

A série continua no mesmo ritmo das anteriores, até pode estar um pouco mais pesada mas tudo em sincronia. E sempre achei o grande destaque é os produtores não terem receio das críticas e colocarem na tela uma adaptação bem fiel aos quadrinhos que são a base. Já avisando que se você não é fã da escatologia da série, esse ano já começa bem pesado e pelo que foi prometido pelos produtores, as cenas assim devem aumentar.

Falando nas tramas que acontecem nesses episódios, o crescimento da loucura do Capitão Pátria, que veio da temporada passada, está sendo muito interessante. Ele se desprendendo das amarras éticas que a sociedade (e a Vought) impõe a ele. E seu caminho para grande vilão já está bem traçado, não precisando nada ser inventado. E para todo grande vilão temos que ter o seu oposto, aí entra Billy Bruto que com a ajuda da Rainha Maeve consegue um soro experimental e vira um super também com efeitos colaterais que podem ter boas consequências no final da temporada. 

divulgação / Amazon Studios

Do outro lado da narrativa, finalmente (opinião minha) criaram um arco interessante para o Hughie desde o ínicio. E fizeram seu mudar uma vírgula na sua personalidade apenas aproveitando tudo que foi mostrado anteriormente. Nós já sabíamos desde a temporada anterior que Victoria é uma Super e estava por trás das mortes que desencadearam a criação do órgão federal para supervisão dos Heróis e essa fé nas pessoas e vontade de vencer na vida fazem sua queda ser bem forte mas como protagonista, ele tem um plano junto com sua namorada Luz-Estrela e os The Boys.

HBO renova sucesso “A Amiga Genial” para a quarta e última temporada

E a conjunção das histórias nos leva a procura com alguns flashbacks sobre o grande destaque da temporada, desde os primeiros promos, o Soldier Boy, que até agora está sem bem construído, do jeito que foi prometido – uma versão anterior do Capitão Pátria. Ainda estou indeciso sobre o Deus Ex-Machina que está sendo inventado para trazer o Soldier Boy para dentro da trama mas espero que consigam inserir de um jeito que não atrapalhe as tramas. 

divulgação / Amazon Studios

E para não deixar passar, achei fraca a volta do Profundo, talvez a parte da religião que veio da temporada passada e pode acrescentar mais camadas à um personagem que perdeu relevância na trama. 

assista as temporadas de “The Boys” no Prime Vídeo