Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
divulgação / Pandora Filmes

Tais & Taiane | road movie nacional de amizade e crescimento

Road movie nacional se perde bastante querendo ser um filme de amadurecimento.
5/5
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Avaliação: 2.5 de 5.

Essa semana estreia nos cinemas, “Tais & Taiane” o road movie nacional com uma sinopse bem interessante mas que falha bastante na execução.

Não é sempre que temos um filme de beira de estrada brasileiro, deve ser complicado fazer uma produção intinerante que passa por pontos tão diferentes em pouco tempo. E quando se faz, as locações se tornam cenários incríveis, o que se prova verdadeiro no filme.

Mas apenas a vibe de road movie não sustenta o filme sozinho, e várias sequências estranhas incluindo uma viagem muito louca depois de uns cogumelos suspeitas e uma criança que aparece do nada e some do mesmo jeito.

Outra situação que poderia ter sido trabalhada um pouco diferente foi a questão da sexualidade das personagens principais porque tem sequencias que parecem estar lá apenas para mostrar o corpo das jovens atrizes faltando profundidade. Dando adendo a cena da dança na fogueira ficou legal mesmo sendo desnecessária.

assista “Tais & Taiane” nos cinemas (respeite as regras sanitárias das salas)

Tais & Taiane conta a história de duas jovens garotas muito diferentes entre si são obrigadas a conviver em um ambiente inóspito, de carona em carona. Taís sabe bem o que quer, Taiane apenas sobreviver. Mas até que ambas encontrem seus destinos, viverão por três dias, uma aventura inesquecível.

O maior destaque do filme de Augusto Sevá é a dupla de protagonistas Gabriella Vergani e Yasmim Santos que tentam o máximo passar verdade numa trama que algumas horas fica perdida.

Pandora Filmes

leia a crítica de Raia 4, outro filme nacional com tema de amadurecimento

No elenco além de Gabriella Vergani e Yasmim Santos, estão Jairo Mattos e André Bankoff que com personagens tão caricatos chegam a ser desperdícios na trama.

Os personagens deles, mesmo com a explicação na tela, perdem um pouco de sentido especialmente o personagem de Jairo Mattos que no final acaba se transformando numa figura paterna para Taiane que durante o filme mostra a falta de uma figura paterna em sua vida. Outra vez, não precisava fazer essa ligação entre o que ela faz com crescer sem pai.

E Bankoff só aparece mesmo para tentar fazer Taís crescer como pessoa, e vamos dizer que consegue em alguma capacidade.

Pandora Filmes