Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
"Black Mirror: Striking Vipers" - Netflix Inc.

Striking Vipers – Black Mirror 5×01

Estréia da 5a temporada da consagrada série Black Mirror mostra que a produção ainda tem fôlego para mostrar o quanto a tecnologia pode ser nociva para nós.
5/5
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

clique para assistir todas as temporadas de “Black Mirror” no NETFLIX (sujeito a assinatura do serviço)

Depois um ano e meio, a queridinha do século XXI está de volta com a sua quinta temporada! “Black Mirror” (2011- atual), que conquistou os espectadores de primeira, não teve uma quarta temporada tão elogiada por muitos que acompanham desde o começo. Nessa nova temporada, entretanto, vemos uma volta às raízes, lá nas três primeiras temporadas. O primeiro episódio, “Striking Vipers”, já apresenta uma pegada mais parecida com o início lá no Reino Unido.

“Black Mirror: Striking Vipers” – Netflix Inc.

O episódio conta a história de dois amigos, Danny (Anthony Mackie) e Karl (Yahya Abdul-Mateen II), que moravam juntos no começo da vida adulta. Aproveitando noitadas e a juventude, os dois se uniam pelo vício em Striking Vipers, um vídeo game que se assemelha com o tão conhecido Street Fighter. Depois de muitos anos, Danny já está construiu uma família com a sua namorada da época, Theo (Nicole Beharie), e convida o amigo para seu aniversário de 38 anos. De presente, ganha uma versão moderna e atualizada do jogo, inserindo jogadores no corpo e nas sensações dos personagens. A partir disso, nasce um fetiche viciante e confuso para os dois amigos.

LEIA MAIS: Quão poderosas são as escolhas que tomamos? Elas têm apenas consequências positivas ou negativas? Somos definidos pelas escolhas que fazemos? Venha conhecer a Mestra das Marionetes em Dilema.

Nessa nova temporada de Black Mirror, o trabalho de Charlie Brooker, roteirista da série, já mostra de cara uma abordagem mais próxima da nossa realidade em 2019. Largando um pouco o futurismo distante, ele aproxima a temática do que poderia ser vivido hoje, um aspecto muito abordado em alguns episódios mais antigos da série. Aqui, o caráter de ficção científica apenas compõe uma narrativa dramática bem construída. Assim como o propósito da série, ele se ateve a apresentar as dificuldades e complexidades trazidas pela tecnologia para as relações interpessoais. Tiro certeiro! Mais uma vez observamos um episódio bem construído e cativante, mas sem perder o teor dramático e tenso que caracteriza a série.

“Black Mirror: Striking Vipers” – Netflix Inc.

Desde a interação entre os personagens às composições de tela, tudo traz uma sensação de constante tensão mesclada com tranquilidade. Observar a construção de um atrito entre melhores amigos, muito bem colocado pela atuação impecável de Anthony Mackie e Yahya Abdul-Mateen II, evoluindo gradualmente em meio a conflitos internos, negações e até mesmo repulsa. Além, claro, de prender os espectadores pelo que é dito nas entrelinhas, nos silêncios e nos olhares expressivos dos personagens.

MAIS AQUI: E mais uma cinebiografia chegou às telonas, e dessa vez foi com o Elton John, e Rocketman decolou para o sucesso!

Uma trama que dialoga muito bem com a proposta da série traz um gosto de quero mais naqueles que adoram um drama bem feito, explorando a complexidade das relações sociais na era tecnológica. Black Mirror, a série que caiu no gosto de todos, chegou com os traços do começo, sempre suscitando uma reflexão para depois dos créditos. Parece que, para compensar uma quarta temporada meio apagada, voltaram com tudo em 2019!