Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Star Trek Discovery | Obrigado Imperatriz!

Nos despedimos do universo do Espelho, Georgiou recebe a cura e a trama principal avança num belo episódio.
5/5
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Avaliação: 3.5 de 5.

Depois de ter sua insurreição derrotada, Michael é colocada na cadeia e passa a sofrer os horrores do Agonizador, até voltar a sua lealdade a Imperatriz Georgio, isso tudo no Universo do Espelho enquanto isso no Universo Principal continuam os esforços para estabelecer um link com a nave Kelpian presa dentro da Nebulosa e descobrir como a nave continua enviando sinal de socorro depois de 150 anos. E o mistério de Carl e sua porta finalmente é revelado. Muitos reclamaram, eu gostei da segunda parte de Terra Firma, o décimo episódio da terceira temporada.

+acompanhe a temporada 3 de Discovery no NETFLIX

Apesar de achar que poderia ter uma resolução mais rápida da trama do Universo do Espelho, não incomodou nada, foi até bem interessante ver o que aconteceu e como a Imperatriz tentou mudar o resultado anterior e salvar Michael, sua filha. Infelizmente não foi possível mas como disse Carl, dessa vez ela estava com as mãos atadas. E dessa vez ela lutou pela paz. Essa grande virada da personagem foi bacana, mostrando que é possível mesmo aqueles personagens tão malvados podem melhorar ainda mais nas circunstâncias certas e foi o caso com Philipa que pela convivência com a Discovery se tornou ou tentou tornar um pessoa melhor. Ponto para os roteiristas.

reprodução / NETFLIX

Como era previsto por todos, esse foi o episódio de despedida de Georgiou da série. E que boa despedida, com direito ao Guardião da Eternidade – sim, como previmos Carl é mesmo o Guardião que já havia aparecido na Série Clássica. Realmente foi de arrepiar quando ele se apresenta de verdade com a mistura das vozes de Paul Guilfoyle e a versão original do episódio clássico. Agora é esperar qual o próximo capítulo das aventuras de Philipa Georgiou já que ela foi para uma época onde os universos ainda estavam alinhados. E isso deixa uma gama de possibilidades porque com certeza aquela época não está preparada para ele e vice-versa.

>Num episódio morno onde a lealdade de Michael é colocada a prova, pouco se avança sobre o mistério da temporada.

Terminando numa nota alta a saga da Imperatriz que sempre dividiu opiniões, as atenções da série volta para o grande acontecimento que sabemos pouco até agora – A Queima. Com apenas três episódios restando na temporada a trama vai ter acelerar um pouco para não precisar atropelar muito no episódio final (uma tradição até agora da série). Agora com a revelação da nave Kelpian dentro na Nebulosa já estou achando que a história vai para outro lado fugindo da teoria de uma cópia da Discovery (se ligando ao Short Trek Calypso). Tomara que seja desse jeito mas como disse acho difícil espero que o episódio da próxima semana seja aquele memorável da temporada.

reprodução / NETFLIX

O único senão do episódio foi o velório de Georgiou onde tudo pareceu muito falso, até porque os personagens sofriam nas mãos dela e nunca demonstraram nenhum tipo de relacionamento com ela. Esse foi a única bola fora mas foi uma bola fora para bem longe na galáxia. Menos mal que não atrapalhou tanto.

E parece que Book está se integrando com a tripulação e se não fosse pela ajuda dele não teríamos avanço na trama principal. E adorei a integração dele com a turma da Engenharia (Stamets, Adira e Reno). E que bom que Reno apareceu, e não estava com comida. Era doce!! E fico por aqui, comente o que estão achando da temporada? E a Queima, qual a sua teoria? Ficou triste com a saída de Georgiou? Espero os seus comentários. Até a próxima semana, vida longa e próspera!