Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Senta que lá vem história, e que história!

5/5
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Nova série da Netflix prende a audiência com suspense complexo.

Sem dúvida, 2018 não foi um ano de grandes vitórias para a queridinha Netflix. Apostas em filmes e séries arriscadas marcaram sua trajetória neste ano, prejudicando a imagem do site entre seus adoradores. Todavia, o presente de Natal para os assinantes surpreendeu em qualidade, enredo e suspense eletrizante.

A nova série distribuída pela Netflix, Você, roubou o ar dos pulmões dos telespectadores com uma história viciante e complexa. Quase aos 45 minutos do segundo tempo, a Netflix conseguiu se redimir de boa parte das produções medianas que lançou em 2018.

ESSE ANO TEVE ESPECIAL DE NATAL DO PORTA DOS FUNDOS NO NETFLIX, O QUE ACHAMOS? VEJA AQUI.

Baseada em livro homônimo escrito por Caroline Kepnes, Você estreou no Brasil logo após o Natal, dia 26 de dezembro, e já causou bastante rebuliço. A trama é narrada do ponto de vista do protagonista, o livreiro Joe Goldberg (Penn Badgley), e começa quando ele avista, em sua livraria, uma jovem que capta sua atenção, a universitária e escritora Guinevere Beck (Elizabeth Lail), e percebe que é amor à primeira vista.

Entretanto, a partir deste momento, Joe fica obcecado por Beck, estando disposto a fazer tudo por ela, absolutamente tudo para que possam ficar juntos. Aqueçam os sofás porque essa série é mais do que digna de uma boa e velha maratona, com direito a exaltações, ódios, surpresas e muita tensão.

Você – Divulgação Netflix

Trama instigante, personagens bem elaborados, atuações excepcionais e um ar de tensão ao longo dos dez episódios da primeira temporada são elementos para uma produção de sucesso. Dessa vez, tiro certeiro da Netflix.

Um grande destaque durante a série é, sem dúvida, a atuação impecável de Penn Badgley (Joe Goldberg), conhecido por seu papel como Dan Humphrey em Gossip Girl, conferindo complexidade e profundidade ao seu personagem ao incorporar a confusa personalidade de Joe.

O MUNDO SOMBRIO DE SABRINA GANHOU ESPECIAL DE NATAL, LEIA AQUI NOSSO REVIEW.

Além disso, a surpreendente atuação de Shay Mitchell (Peach Salinger) como melhor amiga de Beck mas que, por detrás dos sorrisos e dos coquetéis em bares chiques, comporta uma personalidade profundamente perturbada, muito bem encenada pela atriz, conhecida por seu papel como Emily Fields em Pretty Little Liars.

A narração em primeira pessoa e do ponto de vista de Joe permite que o telespectador adentre no seu mundo, conhecendo um pouco mais da sua subjetividade e das pessoas que o cercam. Além disso, essa perspectiva permite acompanhar o desenvolvimento do personagem e dos seus relacionamentos, tentando explicar como sua mente funciona e, portanto, expor as justificativas dos seus atos.

SUSPENSE COM SANDRA BULLOCK, NOVA APOSTA DO NETFLIX. VEJA AQUI O QUE ACHAMOS.

Por se tratar de um narrador-personagem, durante a trama, vale lembrar que a exposição dos fatos pode ser distorcida de acordo com a personalidade e o ponto de vista de Joe Goldberg. Apesar disso, essa construção em primeira pessoa potencializa o suspense da história, apresentando mesmo situações vívidas e imorais com justificativas dadas pela própria mente do personagem, mostrando mesmo sua abstenção de culpa em determinadas situações.

Por fim, a narrativa como um todo é muito bem estruturada, repleta de plot twists e grandes revelações, além de apresentar migalhas do passado de Joe. Essas sombras de seu passado aparecem bem no final do season finale, composto mais uma vez de uma virada inesperada na história que dá um gostinho de segunda temporada.

Você – Divulgação Netflix

Nesse sentido, nem precisa do suspense! O Lifetime, canal que produz originalmente a série nos Estados Unidos, anunciou, mesmo antes do lançamento da série, que ela seria renovada para uma segunda temporada.

VEJA AQUI “VOCÊ” – A NOVA SÉRIE DA NETFLIX

Essa história de tirar o fôlego e proporcionar eventuais gritos com os personagens vai deixar o suspense no ar enquanto aguardamos avidamente a continuação da trama que já conquistou o coração dos maratonistas do Netflix.

Você traz personagens reais, pessoas que você mesmo vê andando do seu lado na rua, no ônibus. Quem sabe eles possam mesmo parecer com você ou alguém que conhece. Sem dúvida, eu amei a série e já tracei os pontos que foram positivos na minha opinião. Mas e VOCÊ?

NO FANZIMETRO, “VOCÊ” RECEBE NOTA: 4,7