Raia 4 - Boulevard Filmes

Raia 4, as inseguranças e seguranças da adolescência.

Insegurança da entrada da adolescência mesclado com o meio competitivo da natação criam um ambiente forte e dramático.
5/5

Avaliação: 3 de 5.

compre seu ingresso (respeite as normas sanitárias das salas de cinema)

Estreando essa semana em circuito o diferente drama com toques de suspense nacional “Raia 4”. O longa dirigido por Emiliano Cunha mostra a trajetória da pré-adolescente Amanda em dois universos: o da sua vida cheio de inseguranças que fazem ela ser reservada e silenciosa e na natação competitiva onde ela se sente segura o suficiente para treinar forte e ter sucesso no que ela ama.

Nesse segundo universo, Amanda encontra Priscila que inicialmente se torna sua adversária nas piscinas mas depois também na sua vida. O acerto inicial do filme e do diretor foi escolher para os papéis principais atrizes já familiarizadas com o meio (a natação) porque boa parte da história roda em torno dessa tema e elas passam credibilidade suficiente nesse quesito.

Brídia Moni e Kethelen Guadagnini – Raia 4 – Bouvlevard Filmes

O filme em quase todas as cenas é possível sentir as angústias de Amanda que na sua introspecção não consegue externar o que sente e muito bonito e interessante de assistir sua transformação e confiança dentro da piscina. E a relação entre ela e Priscila passeia entre a amizade e a rivalidade de forma tão fluída que faz você trocar sua torcida por um delas a toda hora. E o final é bem surpreendente.

Se você curte um bom drama psicológico, e com o bônus de um ambiente competitivo pode ir tranquilo no cinema ou assistir no streaming que vai ser sucesso garantido.

+We are who we are também mostra os dramas da passagem da adolescência e a liberdade para sermos quem somos.

No filme, Amanda é uma jovem ingênua e tímida, que vive com os pais (Fernanda Chicolet e Rafael Sieg), ambos médicos, e é cheia de inseguranças e dúvidas. É na piscina que ela encontra um ambiente onde pode ser mais livre. Priscila é uma colega da equipe de natação, muito mais madura, e de quem acaba se aproximando. O longa ainda inclui no elenco José Henrique Ligabue (“Legalidade”), como o treinador da equipe de natação. 

O filme já foi exibido nos festivais do Panamá, Cartagena das Índias (Colômbia), Uruguai e na mostra competitiva do 22º Festival de Shanghai, além do Festival de Cinema de Gramado, de 2019, no qual conquistou os prêmios de Melhor Fotografia e Júri da Crítica, e na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, e no Festival do Rio.