Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
divulgação / Lucasfilm

O Livro de Boba Fett aposta alto no caçador de recompensa

Episódio se segura no carisma de personagem principal em trama devagar.
5/5
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Avaliação: 3 de 5.

Nessa quarta estreou no Disney Plus, a nova série baseada no universo Star Wars e derivada de “The Mandalorian”, “O Livro de Boba Fett” com Temuera Morrison reprisando o papel do lendário caçador de recompensas.

Em sete episódios vai contar como Fett e a mercenária Fennec Shand (Ming-Na Wen) encontrando seu caminho no submundo da galáxia e chegando a Tatooine para reinvidicar o território já comandado por Jabba the Hutt e seu sindicato criminosos.

No episódio de abertura foi muito empolgante todo o fan service mostrando os eventos acontecidos em “O Retorno de Jedi” e explicando como ele sobreviveu.

divulgação / Lucasfilm

Boa parte do episódio é meio iô-iô passeando por flashbacks e voltando para o tempo atual da série. E isso para mim atrapalhou muito o ritmo não deixando a trama se desenvolver no ritmo desejado. Mas claro que tudo tem um lado positivo, e essas idas e vindas servem para mostrar o talento de Morrison.

Mais uma atriz entra para série “Ahsoka”

E assim como aconteceu em The Mandalorian, a quimíca entre Morrison e Wen continua funcionando, e o relacionamento deles até desenvolve.

Mais uma vez o maior destaque é como eles capricham nos cenários, figurinos, efeitos, maquiagem e etc. É como estar vendo a trilogia do meio, que na verdade é a primeira.

divulgação / Lucasfilm

Um ponto que ficou estranho para mim foi a mudança de caráter de Boba que pelo que lembro era um mercenário que fazia tudo ou quase tudo por dinheiro. Lembro dele fazer muitas maldades pra Darth Vader e agora ele quer ser um Senhor do Crime respeitando e não trazendo o terror no seu novo domínio. Vamos ver o que eles pretendem nesse campo.

O texto de Jon Favreau é bem simples, bebendo bastante nos faroestes norte-americanos dos anos 50, 60 e a direção de Robert Rodriguez

E para não dizer que Favreau não se empenhou, ele já deixou uma boa sub-trama em processo de desenvolvimento com um provável antagonista. Esperar para ver o que vai acontecer ai também.

assista “O Livro de Boba Fett” no Disney Plus