reprodução / Jornal O Globo

Cineasta e jornalista Arnaldo Jabor morre aos 81

Cineasta premiado por Eu Sei que Vou te Amar e Toda Nudez será Castigada, também era comentarista de politica da TV Globo.

Morreu na madrugada dessa terça, o jornalista e cineasta Arnaldo Jabor aos 81 anos em decorrência de complicações de uma AVC que ele sofreu recentemente.

Jabor foi internado em dezembro no Hospital Sírio-Libânes para observação. No final do mês, ele tinha apresentado melhora após sofrer um acidente vascular cerebral isquêmico agudo.

Morre aos 94, a lenda do cinema Sidney Poitier

No cinema, Jabor recebeu uma indicação de melhor filme na Palma de Ouro em Cannes em 1986 com o filme “Eu Sei Que Vou te Amar”. Outro filme premiado do diretor foi “Toda Nudez Será Castigada”, que em 1973 ganhou o Urso de Prata em Berlim e também foi o vencedor do Festival de Cinema de Gramado.

Ele se tornou nacionalmente conhecido por ser comentarista de política nos telejornais da Rede Globo. Ele estava na função desde 1991.

assista “A Suprema Felicidade” no Apple TV

PUBLICIDADE