PUBLICIDADE

Lower Decks 5 | as trapalhadas que funcionam

Trapalhadas rendem ótimos momentos em episódio onde as tramas se cruzam e mostram a verdadeira missão de Jornada.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Avaliação: 3 de 5.

assista STAR TREK NEMESIS, o último filme com a NOVA GERAÇÃO no Prime Video

Fala pessoal do Cinefans, quinta semana de exibição de Star Trek Lower Decks e nessa semana mais um bom episódio, com muitas trapalhadas divertidas mas que para mim faltou alguma coisa. Vamos começar logo dizendo que estava sentindo falta das interações entre Mariner e Boimler, que ficou muito ausente no episódio da semana passada. E os dois juntos continuam rendendo bastante e mesmo a verborragia de Mariner não incomodou dessa vez.

Star Trek: Lower Decks - "Cupid’s Errant Arrow" - S01E05 Trailer

Essa semana fomos apresentados a “Cupid’s Errant Arrow” o episódio onde descobrimos que Boimler tem uma namorada e Mariner não leva tudo numa boa desconfiando que a namorada do Alferes pode não ser quem ela diz e na trama secundária os oficiais inferiores trabalham junto com a tripulação de outra nave mais avançada e nova e cria uma bela inveja especialmente nos Alferes Tendi e Rutherford.

Por mais que Mariner não acredite e até deboche da existência da namorada começando a seção pastelão do episódio. Essa parte, apesar de ter elementos divertidos ficou meia perdida na trama principal e para mim só funcionou mesmo para justificar o cachê dos atores. E embutido na trama das duas naves está um elemento bem Jornada, o dilema de salvamento de um povo.

Otimismo e família são os trunfos de Stargirl, uma das melhores séries do Universo DC.

Nesse caso a circunstância era uma lua estava caindo e em breve iria destruir uma colônia e quando o impasse acontece e ninguém quer ceder porque a lua para uns é um objeto de devoção, para outros ela controla os marés e destruiria a pesca então cabe a Capitã Freeman resolver a situação.

Toda essa situação com refugiados, militantes religiosos, preocupação ecológica foi bem interessante para mostrar que como sempre Jornada está antenada com o mundo que vivemos e mesmo estando em situação de comédia passou bem o recado. Ponto positivo.

divulgação / CBS All Access

Pela primeira vez as tramas correm junto no episódio e isso funcionou muito bem, na outra trama menor Tendi e Montgomery ao perceberem que a Cerritos está caindo aos pedaços e colocados perto da novíssima Vancouver os dois entram em parafuso com tanta modernidade e até fazem uma competição entre eles para receber um novo modelo de tricoder, ou eles pensaram que seria isso.

Essa parte só serviu mesmo no final quando eles percebem que a nave velha que precisa de reparos sempre e os amigos são tudo que eles precisam para serem felizes e xô nave moderna cheio de equipamentos sofisticados. Adorei a resolução dessa trama.

3% se recupera de queda nos últimos anos e volta com roteiros melhores e boas atuações

divulgação / CBS All Access

Bem, agora vamos para a trama principal, aquela que movimentou a gente. Mariner, Boimler, Tenente Brimson e até um dos seus ex-namorados. Essa sequência que começou parecendo um episódio do Três Patetas ou dos Trapalhões mostrou que ainda dá para fazer uma boa comédia rasgada nos dias de hoje mesmo em animação. E ainda desenvolveu mais as personalidade dos principais protagonistas da série. E mais uma vez vemos Mariner um pouco mais vulnerável no episódio mostrando que ela também tem duvidas como nós.

Toda a parte do romance entre Boimler e Brimson não chamou tanto a atenção, a notar apenas a sequência dele no holodeck tentando ser um sedutor com umas roupas extravagantes. Hilario!!! Mas uma das coisas mais interessantes das trapalhadas todas de Mariner foi que mostrou o quanto ela vai para proteger seus amigos mesmo estando errada o tempo todo. Preciso dizer que fui surpreendido no final pois achei que seria uma resolução bem direta e certa da Alferes mas a leve reviravolta, apesar de terminar num clichê clássico, foi bem interessante. E que espécie será o parasita de Boimler. Tomara que voltem ao assunto mais para frente.

Meio da temporada e a série ainda continua com bom fôlego e divertindo bastante a audiência, que bom que apareceu uma série assim de Jornada. Aguardando o episódio da semana que vem, que parece ter confusão e coisa boa, e torcendo também a série chegar oficialmente no Brasil antes do final da temporada. Difícil é! Mas vamos torcer, e até lá vida longa e próspera a todos.

AS ÚLTIMAS