livro | resenha DIAS PERFEITOS – Raphael Montes

No geral, não é o meu livro favorito do autor, mas é uma leitura que para quem é fã de terror ou nunca leu nada do autor.

PUBLICIDADE

Mais sobre o universo dos livros no 

compre aqui seu exemplar de DIAS PERFEITOS

Olá pessoal do Cinefans, tudo bem? Hoje vim trazer mais uma dica para o Halloween que eu não poderia deixar passar em branco. Para quem me conhece sabe o quanto eu amo a escrita do Raphael Montes e agora por conta da série “Bom dia, Verônica” ele está em bastante evidencia, então, nada mais justo do que eu aproveitar o hype e indicar uma outra obra dele que li esse mês e gostei muito: Dias perfeitos.

Nosso protagonista Téo é um estudante de medicina de 22 anos no qual passa seus dia entediantes tomando conta da mãe paraplégica Patrícia e frequentando a faculdade de medicina. Sua vida muda quando ele vai a um churrasco e conhece Clarice, uma estudante de artes que está escrevendo um roteiro cinematográfico. Desde que conhece Clarice, Téo fica completamente obcecado pela jovem e que o faz cometer atrocidades as quais vão se desenvolver ao longo da história.

+Quando se entra a fundo na história de O Fantasma da Ópera não tem como não sofrer e ter medo e se apaixonar pelos personagens.

divulgação / Companhia das Letras

Confesso que eu como mulher fiquei bem tensa em diversos momentos, pois a verdade é que nunca conhecemos direito a índole das pessoas e principalmente dos homens com os quais nos envolvemos. A trama aborda muito bem a questão da psicopatia, do terror psicológico e um dos pontos negativos é o de que só temos a visão do Téo (o que é extremamente duvidoso, já que não podemos confiar muito em suas ações), em alguns momentos queria que o autor tivesse colocado os pensamentos da Clarice em meio a situação toda.

+Está cansado dos livros de romance convencionais que terminam com o famoso “e viveram felizes para sempre” esse é o livro ideal para você

divulgação / Companhia das Letras

Em relação à escrita como sempre é bem fluida e gostosa de ler, há momentos angustiantes, eu fiquei com muita raiva do Téo e de tudo o que ele fazia na esperança de que Clarice um dia nutrisse amor por ele. Outro ponto negativo foi o desfecho que para mim foi muito rápido e parecia que o autor queria acabar logo com o livro e não dar uma explicação adequada para os fatos finais. No geral da obra, não é o meu livro favorito do autor, mas é uma leitura que para quem é fã de terror ou nunca leu nada do autor ou se leu quer ler mais eu recomendo. Raphael Montes a cada livro que passa se supera e nos mostra que é um grande talento brasileiro no quesito terror.

Mais sobre o universo dos livros no