divulgação / Marvel Studios

Gavião Arqueiro | A maior decepção da Marvel

Série sofre com falta de carisma de personagens e texto fraco.
5/5

Avaliação: 2 de 5.

Quarta passada terminou a exibição da primeira temporada de Gavião Arqueiro no Disney Plus. A série que traz Clint Barton (Jeremy Renner) de volta e dessa vez se juntando a novata Kate Bishop (Hailee Steinfeld). Nem o apelo do personagem e da semana natalina conseguiram impulsionar a trama que é disparada a mais fraca das produções da Marvel.

A série começou como um epílogo de “Os Vingadores” inclusive recriando as cenas da invasão de Nova York por Loki e os Chitauris. Lá que conhecemos Kate Bishop ainda criança salva por Barton durante a batalha. E desse modo conhecemos onde a sua paixão por arqueria começou.

divulgação / Marvel Studios

E dentro dos primeiros episódios talvez só o RPG no meio do Central Park funciona porque todo o resto é muito raso e num ritmo devagar que chega a irritar. Jeremy Renner é um ator muito bom e parece ser engraçado mas a maioria das situações que se apresenta é tão forçada que não fica nada divertido.

veja o especial de Vingadores: Ultimato

Os grandes destaques, com certeza, são Hailee Steinfeld e Alaqua Cox como Eco, que já tem sua série confirmada para breve. E Steinfeld acaba sendo grande porto para Renner já que a química deles funciona muito bem. As jovens atrizes mostram intensidade, tentam aproveitar o máximo do fraco texto. E demonstram estarem se divertindo. Florence Pugh como Yelena também é um destaque mas como não é regular fica como nota.

Vou tentar apanhar o que achei de melhor das tramas, na verdade uma trama com várias ramificações até chegar ao patético final onde conseguem estragar um ótimo personagem. Não sei quem teve a “brilhante” ideia de reaproveitar a saga do Ronin dos últimos filmes do Vingadores e fazer dela um enredo principal mas falhou miseralvemente.

divulgação / Marvel Studios

A trama fazia sentido nos filmes com a situação do Arqueiro e a perda da família durante o estalo de Thanos mas agora com o envolvimento da Turma do Agasalho – pior nome possível para uma gangue de mafiosos. E precisamos falar da participação do Rei do Crime no final. O que foi aquilo?

Nada contra a versão mais paternal do personagem saído da série do Demolidor mas pareceu que até Vicent D’Onofrio não ficou muito à vontade nessa. E aquilo visual de tiozão de férias arruina toda a moral de chefão dos criminosos de Nova York. Zero para essa.

leia a crítica de Viúva Negra

Nada a reclamar dos efeitos especiais, as coreografias das lutas. Isso tudo sempre é sucesso na Marvel. Resumindo o que senti assisitindo a Gavião Arqueiro, me pareceu estar vendo um final alternativo ou cenas extras de Vingadores.

Ou talvez uma coletânea de cenas extras do universo cinematográfico da Marvel mas nada que justifique uma série ou minissérie como está sendo chamada e não renovem para outra temporada.

Deixando as dicas para os melhores episódios, fiquem tranquilos ao assistir o 2º, o 4º e o episódio final mesmo com um ato final fraco. E um aplauso para Vera Farmiga, Fra Fee e Tony Dalton que fazem o melhor para tirar leite de pedra nessa.

assista “Gavião Arqueiro” no Disney Plus