Designated Survivor e a corda bamba da política

Depois de ser salva do cancelamento, série mostra amadurecimento no Netflix e mostra o jogo sujo da política americana.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Tempo de leitura: 3 minutos

assista aqui todas as temporadas de “Designated Survivor” no NETFLIX (sujeito a assinatura do serviço)

O presidente Thomas Kirkman (Kiefer Sutherland) quase deixou a Casa Branca antes do previsto. Em 11 de maio de 2018, a ABC Studios havia cancelado o suspense/drama político após duas temporadas, mas em 5 de setembro do mesmo ano, a Netflix e a One Entertainment anunciaram que produziriam uma nova temporada da série como um original da plataforma de streaming.

“Designated Survivor” – Netflix Inc.

Dessa forma, a terceira temporada nos traz o desafio supremo do personagem de Kiefer Sutherland (24 horas): as eleições para Presidente dos Estados Unidos da América. Ele optou por concorrer como um candidato independente, dando as costas para os democratas e republicanos, o que o deixou com uma base de apoio limitada em relação aos seus concorrentes. Portanto, sua equipe de leais apoiadores ganha o reforço de Lorriane Zimmer (Julie White), a nova chefe de campanha. No entanto, não é apenas de novos aliados que Tom Kirkman precisa, as forças políticas agem e ele deve mantê-las sob seu controle. Poderá um homem bom e íntegro como ele suportar os desafios políticos e pessoais da presidência sem se deixar seduzir pelo jogo de poder em que se aventura?

+LEIA MAIS: Ele é um dos maiores autores da história, vem conferir aqui nossa crítica da cinebiografia de J.R.R Tolkien, o criador de Senhor dos Anéis.

Emily Rhodes (Italia Ricci) e Aaron Shore (Adan Canto) “Designated Survivor” – Kinberg Genre; The Mark Gordon Company; ABC Studios/ABC Studios; Netflix; Entertainment One

A nova temporada tem apenas 10 episódios, ao contrário das duas primeiras, que tiveram 21 e 22 episódios, respectivamente. No entanto, a trama é extremamente engajante, rica em desenvolvimento de personagens e sem medo de tocar em temas polêmicos! Deve-se tirar o chapéu para o excelente trabalho dos roteiristas! Dentre os personagens que mais se destacam está o nosso querido Aaron Shore (Adan Canto), que tem uma batalha interna com a sua herança latina enquanto seu status como figura política começa a decolar. Outra personagem secundária que dá as caras (e o que falar) é a cunhada do presidente, Sasha Booker (Jaime Calyton), uma mulher transgênero cuja participação afeta diretamente a imagem de Tom Kirkman. Designated Survivor sucede em introduzir diversidade de forma relevante e natural para o seriado, e isso é apenas uma leve demonstração!

Sasha Booker (Jaime Clayton) “Designated Survivor” – Kinberg Genre; The Mark Gordon Company; ABC Studios/ABC Studios; Netflix; Entertainment One

Os clássicos membros da equipe de Tom também estão de volta! Emily Rhodes (Italia Ricci) e Seth Wrigth (Kal Penn) tem arcos menores, mas tão intensos e relacionáveis como os demais. Hannah Wells (Maggie Q) continua metendo seu nariz aguçado onde os inimigos internos do governo planejam seus planos podres. E o nosso protagonistas, Tom Kirkman tem a sua paciência e capacidade de governar o país diariamente testada pelos seus adversários políticos, isso quando não está envolvido em assuntos particulares com sua filha, Penny (Mackenna Grace). No entanto, não há vida particular na política, e Cornelius Moss (Geoff Pierson), ex-presidente e candidato republicano, não vai perdoar um erro do atual presidente, não medindo esforços para enterrar a sua reputação política e pessoal.

+AQUI TAMBÉM: Série do Netflix, Olhos que Condenam é direta ao mostrar a história real de famoso caso e faz o espectador pensar antes de condenar.

Cornelius Moss (Geoff Pierson) e Thomas Kirkman (Kiefer Sutheland) “Designated Survivor” – Kinberg Genre; The Mark Gordon Company; ABC Studios/ABC Studios; Netflix; Entertainment One

A Netflix e a One Entertainmente direcionaram a série para a melhor direção possível. A produção foi impecável, tal como os efeitos, o roteiro, o elenco e todo o resto. Designated Survivor está melhor do que nunca, e pode ter mais lenha pra queimar se tiverem fé numa possível quarta temporada.

Então juntem-se ao staff de Thomas Kirkman para uma temporada de altas emoções do início ao fim. Se a sorte favorece aos ousados, o nosso atual presidente (fictício) dos EUA pode contar com ela, pois não é qualquer um que tem jogo de cintura para andar na corda bamba da política. Ainda mais dentro da Casa Branca.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: