Crítica | Retrato de uma Jovem em Chamas

Drama de época francês mostra a delicadeza da relação entre artista e musa.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

compre aqui seu ingresso

E começou 2020 para valer e já começamos com a crítica de um bom filme, Retratos de uma Jovem em Chamas, um drama francês de época que tem todos os predicados para fazer a sua sessão de cinema ser muito boa.

+também: Trama inédita baseada em série e livro mostra o cotidiano do presídio e vira um caça de gato e rato onde o prêmio é sobreviver.

A história vai assim, Marianne (Noémie Merlant) uma jovem pintora é contratada para fazer o retrato de Héloise (Adèle Haenel), que acabou de sair do convento e que vai se casar (contra a sua vontade) e a pintora precisa fazer o quadro sem que a modelo saiba. E essa premissa que deixa o filme bem interessante.

© Supo Mungam Films

A pintora fica observando a jovem durante o dia para ter uma ideia de como pintá-la a noite. E a história a partir daí se desenvolve de um jeito bem interessante com todas as personagens se envolvendo, criando uma atmosfera levemente pesada (é eu sei) que deixa tudo mais crível e nada cansativo até o final e acho que vai agradar a maioria.

+aqui: Na conclusão da maior ópera espacial, heróis e vilão fazem o seu melhor mas história derrapa demais para ser inesquecível.

Destaque para a delicadeza das cenas, ponto para a diretora Céline Sciamma que caprichou na integração entre os personagens e o belo ambiente no litoral francês. E outro ponto positivo está na interação entre as personagens principais de Merlant, Haenel e de Luàna Bajram que mostram um entrosamento fantástico.

© Supo Mungam Films

Então pode ir para a sua sessão bem tranquilo porque nem vai sentir as quase duas horas de duração do filme que é bem redondo e tem um final que vai te fazer pegar aquele lenço porque bem….depois você vem aqui e me conta.

E vale lembrar também que Retrato de uma Jovem em Chamas foi premiado em Cannes 2019. Já não preciso falar mais nada para te convencer a ir ao cinema né?

Publicidade

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: