PUBLICIDADE
Modo Avião © Netflix

Crítica | Modo Avião

Novo filme nacional do Netflix é simples e esquecível, assim como a maioria dos filmes teen que existem por aí!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

assista aqui no NETFLIX (sujeito a assinatura)

Olá leitor maníaco por cinema do Cinefans! Você já pensou em se desligar por dias do seu querido aparelho móvel que possibilita comunicação com todo planeta Terra? Você é viciado no seu celular? Você consegue imaginar vida sem um smartphone? O mais novo longa nacional da Netflix, “Modo Avião”, traz tudo isso com toques de humor, sutileza e uma moral bem interessante!

+ Precisamos falar sobre sexo…de novo!!

O filme conta a história da digital influencer Ana (Larissa Manoela), uma jovem que vive 24 horas por dia no seu celular, mostrando sua vida inteira para milhares e milhares de seguidores. A menina não vive sequer uma vida dupla, ela vive em função de sua carreira como influenciadora, guru da moda e, enfim, personalidade da internet. Um acidente de carro terrível acontece, a menina é internada no hospital e descobre que será afastada da tecnologia e da civilização da cidade grande. Os pais da menina decidem mandá-la para o interior onde vive seu avô, Germano (ou o tremendão, Erasmo Carlos). Lá ela não poderá, por ordem da justiça, ter qualquer contato com o mundo exterior em qualquer aparelho móvel. 

Modo Avião © Netflix

Vamos ao que interessa: as impressões. É um filme simples e esquecível, assim como a maioria dos filmes teen que existem por aí. O elenco é extremamente dispensável. Perdão à velha guarda, mas uma imagem de papelão em tamanho real de Erasmo Carlos atuaria melhor que ele. Ninguém convence nem um pouco em nenhum papel, é tudo muito fútil, superficial, e a direção é um trabalho péssimo.

+Consagrado diretor aposta em elenco jovem para suavizar o roteiro denso de Um Dia de Chuva em NY.

Aviso: esse parágrafo é dedicado apenas à Larissa Manoela. A versão brasileira feminina de Noah Centineo cairá na mesma rede do rapaz. Por muito tempo, ela vai ser a atriz do mesmo tipo de papel, visto que ela traz mais números que qualidade. Entendam: ela não é uma péssima atriz, tampouco ruim. Ela é ótima no que faz. Só não é muito versátil, e não há nada de errado nisso. 

Modo Avião © Netflix

Dos pontos positivos, dois destaques: o roteiro é razoável, têm seu valor e os roteiristas fizeram um trabalho satisfatório. Mas o que merece destaque absoluto é o visual e a fotografia. As locações escolhidas conseguem transmitir a sensação de paz quando no interior e de agitação quando na cidade. As cenas, os cortes, todas as paisagens, é tudo muito bem editado. Esses pontos contribuíram para um filme com uma fotografia ótima!

No mais, é isso que tenho a declarar. É um ótimo filme para passar o tempo quando não tiver nada mais interessante no catálogo, mas não é engraçado a ponto de render boas risadas. É um filme simplesmente OK. Fico por aqui com essa review, e não esqueçam que o Oscar vem aí, dia 9 de fevereiro com cobertura do site! Até a próxima!