PUBLICIDADE

História de um Casamento © Netflix

Crítica | História de um Casamento

Hoje é dia de falarmos sobre divórcio, traição, punhaladas nas costas, um relacionamento tóxico e abusivo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

assista aqui o filme no NETFLIX (sujeito a assinatura)

Lá vem a noiva toda de branco! Só que não! Olá amigos do Cinefans! Seguindo com a maratona de críticas dos indicados ao Oscar em 2020, mais uma vez trazemos outro indicado da queridinha Netflix! Hoje é dia de falarmos sobre divórcio, traição, punhaladas nas costas, um relacionamento tóxico e abusivo… Sejam bem-vindos à crítica de “História de um Casamento”.

História de um Casamento © Netflix

Nicole (Scarlett Johansson) e Charlie (Adam Driver), também conhecidos como Viúva Negra e Kylo Ren, são um casal jovem. Ela, uma atriz; ele, um diretor de teatro em busca de ascensão maior e um pouco mais de renome. Os dois têm um filho, o menino Henry. Nicole começa a se sentir sufocada e a desconfiar que Charlie a trai, já que o casamento não está no seu melhor momento. A atriz, então, resolve passar um tempo em Los Angeles, sua cidade natal onde mora sua família. Nicole então procura a advogada Nora Fanshaw (Laura Dern) para entrar em um acordo ao pedir divórcio, mas Charlie não fica muito contente com a decisão.

+ Precisamos falar sobre sexo….de novo!!

Com relação aos aspectos técnicos, o longa (indicado a categoria de melhor filme) têm um roteiro que condiz 100% com a realidade de muitos casais que existem, já que divórcio é um tema que está muito presente na sociedade. A direção de Noah Baumbach é satisfatória e competente, visto que em algumas cenas os atores realmente se superaram bastante.

História de um Casamento © Netflix

Em termos de elenco, um destaque absurdo. Em minha conta do Twitter comentei isso e faço questão de frisar minha afirmação nessa crítica: Laura Dern, você é perfeita. Nunca em toda minha experiência escrevendo para o Cinefans vi uma atuação tão impecável, realista e bem feita como vi a sua. A atriz que já têm em seu currículo só por esse trabalho um Globo de Ouro, um Critics Choice e um SAG Award como melhor atriz coadjuvante. Não me surpreenderia nem um pouco se a atriz conquistasse o seu primeiro Oscar da carreira. A atriz Scarlett Johansson conta com duas indicações esse ano, que inclusive são suas primeiras. Ela concorre como melhor atriz pelo longa. O ator Adam Driver concorre como melhor ator nessa edição do prêmio. 

+ Consagrado diretor aposta em elenco jovem para suavizar o roteiro denso.

E a cobertura do Oscar não para por aqui! Ainda teremos muitas críticas de filmes até a premiação que acontece no dia 9 de fevereiro e terá cobertura aqui no site! Muito obrigado pela leitura e até a próxima!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADE

AS 
ÚLTIMAS

Emmy 2020 | indicados

Netflix bate recorde de indicações seguido por HBO em ano que formato da premiação ainda é incerto.