PUBLICIDADE
História de um Casamento © Netflix

Crítica | História de um Casamento

Hoje é dia de falarmos sobre divórcio, traição, punhaladas nas costas, um relacionamento tóxico e abusivo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

assista aqui o filme no NETFLIX (sujeito a assinatura)

História de um Casamento | Trailer oficial | Netflix

Lá vem a noiva toda de branco! Só que não! Olá amigos do Cinefans! Seguindo com a maratona de críticas dos indicados ao Oscar em 2020, mais uma vez trazemos outro indicado da queridinha Netflix! Hoje é dia de falarmos sobre divórcio, traição, punhaladas nas costas, um relacionamento tóxico e abusivo… Sejam bem-vindos à crítica de “História de um Casamento”.

História de um Casamento © Netflix

Nicole (Scarlett Johansson) e Charlie (Adam Driver), também conhecidos como Viúva Negra e Kylo Ren, são um casal jovem. Ela, uma atriz; ele, um diretor de teatro em busca de ascensão maior e um pouco mais de renome. Os dois têm um filho, o menino Henry. Nicole começa a se sentir sufocada e a desconfiar que Charlie a trai, já que o casamento não está no seu melhor momento. A atriz, então, resolve passar um tempo em Los Angeles, sua cidade natal onde mora sua família. Nicole então procura a advogada Nora Fanshaw (Laura Dern) para entrar em um acordo ao pedir divórcio, mas Charlie não fica muito contente com a decisão.

+ Precisamos falar sobre sexo….de novo!!

Com relação aos aspectos técnicos, o longa (indicado a categoria de melhor filme) têm um roteiro que condiz 100% com a realidade de muitos casais que existem, já que divórcio é um tema que está muito presente na sociedade. A direção de Noah Baumbach é satisfatória e competente, visto que em algumas cenas os atores realmente se superaram bastante.

História de um Casamento © Netflix

Em termos de elenco, um destaque absurdo. Em minha conta do Twitter comentei isso e faço questão de frisar minha afirmação nessa crítica: Laura Dern, você é perfeita. Nunca em toda minha experiência escrevendo para o Cinefans vi uma atuação tão impecável, realista e bem feita como vi a sua. A atriz que já têm em seu currículo só por esse trabalho um Globo de Ouro, um Critics Choice e um SAG Award como melhor atriz coadjuvante. Não me surpreenderia nem um pouco se a atriz conquistasse o seu primeiro Oscar da carreira. A atriz Scarlett Johansson conta com duas indicações esse ano, que inclusive são suas primeiras. Ela concorre como melhor atriz pelo longa. O ator Adam Driver concorre como melhor ator nessa edição do prêmio. 

+ Consagrado diretor aposta em elenco jovem para suavizar o roteiro denso.

E a cobertura do Oscar não para por aqui! Ainda teremos muitas críticas de filmes até a premiação que acontece no dia 9 de fevereiro e terá cobertura aqui no site! Muito obrigado pela leitura e até a próxima!