Especial do Cinefans para o Alladin - o filme em live action que estréia em Maio

Aladdin no Cinefans por João Veras

Aladdin chegando no final do mês, e hoje começamos o nosso especial e para começar João Veras conta sua experIência com o clássico da Disney.
5/5

compre aqui seu ingresso para assistir Aladdin nos cinemas

Oi pessoal do Cinefans! Hoje é dia de assunto diferente. No final do mês, mais precisamente no dia 23 de maio estreia a nova aposta das muitas da Disney esse ano! Por sinal, ansiedade a mil por essa data! Bom, chega de suspense! Não descobriu ainda do que estou falando? O novo (e próximo da fila) remake em forma de live action, “Aladdin”, 100% em carne e osso trazendo de volta o clássico de 1992!

MAIS AQUI: Remake do sucesso de Stephen King, veja aqui nossa opinião sobre “Cemitério Maldito”

Walt Disney Company

Se você que está lendo isso vive numa bolha e não conhece a história, conhecemos o jovem Aladdin, um rapaz malandro que cruza um dia com a princesa Jasmine, filha do sultão que a obriga a achar um marido. Desesperada, a garota foge do palácio e esbarra numa feira no protagonista da história. Jafar, o vilão da história, enfeitiça o sultão para que ele seja o pretendente principal da princesa. Dentre outras tramas, Jafar manda Aladdin para dentro de um templo atrás de uma lâmpada mágica, morada de um Gênio. Seus planos vão por água abaixo quando o mascote do garoto, Apu, esfrega a lâmpada, assim dando os privilégios dos famosos três desejos a Aladdin.

Esse longa, como praticamente todos os da Disney, é muito marcante. Não só pela história, mas preciso dar maior destaque à trilha sonora. Essa época clássica da Disney da década de 1980 e 1990 é impecável, e acerta principalmente nisso. Sem contar com um dos, senão o dueto mais conhecido da Disney “A Whole New World”, que, sinceramente, é a cena que mais espero no filme inteiro. “Aladdin” marcou a infância de muitos, com certeza, assim como todos os outros clássicos.

Walt Disney Company

OUÇA AQUI: Estão chegando as semifinais do The Voice, quer saber tudo que aconteceu e quem chegou lá, é só ouvir o “Quinta Cadeira”

Além de uma trilha sonora respeitável (e com certeza emocionante de tão bem feita), os personagens são cativantes. O fato da princesa ter um ato de rebeldia com seu pai, vivenciar a realidade fora do palácio, sair da sua zona de conforto. Sem contar Aladdin, que foi do 8 ao 80 com a ajuda do Gênio, que se torna seu melhor amigo no fim das contas. Além de Apu, seu fiel escudeiro, não dá para não se apaixonar pelo Tapete, personagem que, mesmo sem um rosto, tem muito carisma. Uma ótima combinação de roteiro, imagens e personagens, “Aladdin”, em 1992, rendeu uma bilheteria de sucesso com nada mais, nada menos que 504 milhões de dólares. Será que a bilheteria do live action supera?

A Disney esse ano investiu pesado nessa forma de celebrar todo o seu legado trazendo de volta seus filmes para a qualidade atual. Dentre seus lançamentos futuros, ainda teremos “O Rei Leão”, que estreia em julho. Tivemos “Dumbo” no mês de março. Além, claro, dos filmes da Marvel Studios. Lucro é com o Mickey mesmo! Minhas expectativas, obviamente, estão relativamente altas para esse remake, mesmo com o fiasco do reboot do filme do elefantinho mais amado de Hollywood. A cobertura continua até o dia 23, então continuem acompanhando o site e até a próxima!