À Queima Roupa e os filmes esquecíveis…

Mais um filme original da Netflix traz trama fraca e elementos previsíveis e resultado erra o alvo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

clique para assistir “À Queima Roupa” no NETFLIX (sujeito a assinatura do serviço)

Fala aí, galera do Cinefans! Hoje eu dou um tempo das séries e falo um pouco de filme! O assunto de hoje é À Queima Roupa, o longa-metragem recém-lançado pela nossa plataforma de Streaming favorita, a Netflix. E nunca sabemos o que podemos encontrar nessas produções originais. Pode ser um fenômeno de sucesso como Beasts of No Nation ou fiascos cinematográficos como The Ridiculus 6. A tensão é grande. Dessa vez a aposta é no remake de um filme francês de 2010: À Bout Portant. O que será que recebemos?

“À Queima-Roupa” – NETFLIX

A trama do filme gira em torno do enfermeiro Paul Booker (Anthony Mackie) e do criminoso Abe Guevara (Frank Grillo). Quando a esposa grávida de Paul (Teyonah Parris) é raptada pelo irmão de Abe (Christian Cooke), o enfermeiro deve ajudar o criminoso a escapar do hospital onde está internado sem chamar a atenção da polícia. Dessa forma, os dois devem aprender a trabalharem juntos para sobreviverem aos desafios a frente e terminarem o dia em segurança com suas respectivas famílias. Então… São dois homens com origens e personalidades completamente diferentes que se vem forçados a trabalharem juntos por necessidade para superarem desafios que trazem grandes riscos para si mesmos e suas famílias. Nada original.

+ MAIS AQUI: Nova temporada foca nos jovens, mostra sinais de desgaste mas ainda dá esperança para o futuro da série.

Abe Guevara (Frank Grillo) e Paul Booker (Anthony Mackie) “Point Blank” – Gaumont Film Company; WarParty; Netflix/Netflix

+ LEIA TAMBÉM: Com mais perguntas que respostas, segunda temporada de Dark prepara o terreno para a conclusão da série.

Anthony Mackie (Vingadores: Ultimato) e Frank Grillo (Capitão América: Guerra Civil) fazem o melhor que podem para salvar o filme, mas o roteiro fraco e os personagens estereotipados fazem com que isso seja impossível. É uma pena para a dupla de atores do MCU (Marvel Cinematic Universe). Infelizmente a história do longa-metragem é acelerada e carece de desenvolvimento de personagens, o que faz com que os momentos tocantes e os plot twists não impactem o telespectador de forma alguma. Pelo menos o filme é curto: 86 minutos. Contudo, acredito que se 30 minutos fossem adicionados e a trama desacelerasse para se dar o trabalho de nos fazer entender melhor a maioria dos personagens, a história poderia ser minimamente adequada.

A direção do filme apresenta algumas sequencias interessantes, mas nada extraordinário. Os efeitos especiais são de qualidade e toda a ambientação do filme segue um padrão adequado. Se o filme tem algum destaque é na sua trilha sonora, que faz a sua parte mais do que bem nas cenas de ação. De resto… tudo o minimo necessário para se realizar o filme.

Abe Guevara (Frank Grillo) “Point Blank” – Gaumont Film Company; WarParty; Netflix/Netflix

Portanto, o filme não passa de uma experiência esquecível. Anthony Mackie terá outra chance de mostrar o seu talento na futura segunda temporada de Altered Carbon, mas por ora, é melhor esquecer esse filme. Não por ser uma vergonha, mas porque vai acontecer isso mesmo. Em duas semanas nem vou lembrar da história… Talvez o original seja melhor.


Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: